Alongamento e lesões

Há um mito nas academias de que o aluno deve chegar e logo alongar-se antes de iniciar sua série de musculação, no intuito de evitar lesões ou de preparar a musculatura para o exercício. Mas será mesmo verdade? Esse mito não tem sido comprovado em estudos científicos.

A lesao muscular é um dos problemas de maior prevalência nos atletas amadores e profissionais, chegando a 30% nas clínicas esportivas. No entanto há controvérias a respeito dos métodos de alongamento e aquecimento para reduzir essas lesões, muito praticados nas academias de ginástica.

Pesquisadores da Universidade do Alabama fizeram uma revisão de artigos a respeito dos benefícios do alongamento na prevenção de lesões musculares após o exercício e chegaram a conclusões diferentes do senso comum. Não há indícios de proteção muscular pelo alongamento prévio. Além disso, um estudo do Instituto de Medicina Esportiva de Nova York, publicado em março deste ano na Revista de Medicina Esportiva, acabou de comprovar que nem mesmo a chamada dor muscular tardia após o exercício foi evitada com o treino do alongamento.

Isso pode ser explicado em estudos biomecânicos das fibras musculares. É sabido que ao alongar-se o musculo, a produção de força fica comprometida, dificultando a contração muscular plena e gerando, assim, menor tensão. Dessa forma, pode haver ainda mais riscos de lesões em movimentos errados ou enfraquecidos.

O mais indicado pelos estudos seria o aquecimento específico, ou seja, não apenas andar na esteira por alguns minutos, mas sim realizar o movimento do próprio exercício que será executado com carga leve. Por exemplo, se a série prevê um exercício de supino com peso de 40 kgs, deve-se aquecer a musculatura com esse mesmo exercício sem peso nenhum. Nesse aquecimento haverá aumento de temperatura do musculo, maior aporte sanguíneo localizado, aumento de líquido sinovial na articulação e preparação da cartilagem para absorção do choque. Esse aquecimento seria portanto mais efetivo na prevenção de lesões do que o treino de alongamento simples.

0 comentários: