Treinamento funcional

Acredito que meu trabalho enquanto personal trainer não pode se resumir a definir a musculatura dos meus alunos para aproveitar um bom físico durante o verão apenas. Procuro ir alem disso, preparando meus alunos para os desafios do dia a dia. Como diz o ditado, "devemos matar um leão por dia" e, para isso, um físico preparado e adaptado é fundamental.

Claro que quando um aluno me procura, ele busca alguns dos objetivos mais comuns, tais como definição muscular, emagrecimento ou ganho de peso, aumento de um determinado músculo... mas em geral esses objetivos sempre contem fins estéticos, sendo raros os que dizem buscar saúde ou qualidade de vida. Mas alem de cumprir os objetivos desse aluno, enquanto personal trainer eu procuro melhorar sua aptidão física, no que envolve desenvolver e aprimorar suas capacidades motoras: coordenação, equilíbrio, flexibilidade, força, resistência e velocidade.

Tendo sua aptidão física melhorada, o aluno consegue dominar de forma segura e econômica os movimentos motores do cotidiano ou alguma habilidade especifica que pratique, seja um esporte (corrida, natação, tênis, futebol) ou seja um movimento físico laboral e cotidiano (subir escadas, andar por corredores de escritórios, operar por muitas horas numa mesma posição, etc).

Para conseguir os meus objetivos no treino do meu aluno, gosto de usar o exercício funcional, que trabalha exatamente com nossas capacidades motoras. São movimentos que nos desafiam e nos exigem o uso de postura, força, coordenação e equilibro para serem executados, tais como acontece na vida real: ao andarmos na rua e mudarmos de direção repentinamente, ou quando pisamos numa pedra e precisamos de velocidade de adaptação para não cairmos, ou ainda no esforço de pegar objetos no alto ou no chão, quando fazemos uso de vários músculos ao mesmo tempo.

O exercício funcional difere da musculação tradicional pois na musculação há apenas um músculo ou dois sendo trabalhados isoladamente nas máquinas ou pesos livres, a fim de desenvolver uma capacidade localizada, enquanto que o funcional utiliza vários músculos em vários movimentos diferentes, tal como ocorre no movimento cotidiano.

Chama-se exercício funcional, segundo alguns autores porque existe uma função nesse movimento a ser executado, ou porque serve para garantir que o corpo mantenha a sua funcionalidade. Na verdade, trata-se de trabalhar diversas capacidades motoras ao mesmo tempo, e não apenas a força de um músculo isolado.

Mas atenção, não estou dizendo que a musculação tradicional é falha ou antiquada. Devemos atentar aos objetivos que devem ser trabalhados individualmente em cada aluno, pra que o personal possa decidir qual estrategia de treino é mais adequada para o sujeito. Assim, há casos em que o treino isolado de um músculo é mais adequado do que o funcional. Para isso que serve um bom personal trainer.

0 comentários: