Benefícios da Musculação


Tenho alguns alunos que me procuram dizendo precisar entrar em forma, mas que não gostam de musculação. Que não querem ficar grandes ou musculosos, ou que acham monótono o treino com as pausas e repetições programadas. Será que podemos mudar essa visão equivocada sobre musculação?

Embora os benefícios da musculação sejam evidentes na literatura científica, muita gente ainda duvida do quanto ela é importante na nossa saúde. Listo abaixo algumas adaptações positivas de um treino eficiente:

  • Hipertrofia: aumento de massa muscular (aumento do diâmetro das fibras musculares)
  • Vascularização: aumento do número de capilares (vasos sanguíneos) nos músculos.
  • Metabolismo: aumento do gasto metabólico. As reservas energéticas serão mobilizadas mais rapidamente e de maneira mais eficaz com menor gasto energético.
  • Sistema Ósseo: estimula a formação de massa óssea. Observa-se aumento do diâmetro dos ossos dos jovens e na camada esponjosa interna nos adultos.
  • Sangue: aumento do número de glóbulos vermelhos (eritropoese), que facilita o transporte de nutrientes e oxigênio.
  • Sistema cardiovascular: se torna mais eficiente e resulta em modificações morfológicas e fisiológicas que podem construir o "coração de atleta".
  • Sistema respiratório: aumenta o ar expirado e inspirado, aumentando assim o trabalho dos pulmões. Em jovens em desenvolvimento, parece estimular o desenvolvimento do tórax. Um treinamento aeróbio apresenta maior reserva de ventilação, maior volume por minuto e um consumo de oxigênio maior, resultando numa melhor taxa da assimilação máxima de oxigênio.
  • Sistema endócrino: se torna mais eficiente a medida que o treino aumenta. Ocorre um controle mais eficiente da concentração de adrenalina no plasma sanguíneo nos esforços máximos, uma melhor regulagem das concentrações plasmáticas de insulina e glucagon (diabéticos se beneficiam de menor necessidade de insulina), e uma maior capacidade bioquímica da tireoide.
  • Emagrecimento: os principais fatores que contribuem com a redução do peso seriam a manutenção da taxa metabólica de repouso, através da manutenção da massa muscular e o aumento no consumo de energia pós-exercício (EPOC, excess postexercise consumption). 
Após o exercício, o consumo de oxigênio permanece acima dos níveis de repouso por um determinado período de tempo, denotando maior gasto energético durante este período (MEIRELLES; GOMES, 2004), acarretando em um aumento no gasto calórico diário.

Sendo assim, sempre indico treino de musculação pois podemos conseguir qualquer objetivo do aluno com o levantamento de peso. E mais importante ainda para os idosos, pois devemos evitar ou retardar a osteoporose com a contribuição da musculação. Isso porque o osso precisa do impacto desse tipo de treino para se remodelar e continuar a produzir massa óssea, conforme explicado acima.

Isso posto, espero hoje elucidar os benefícios da musculação e esclarecer que o treino não precisa ser monótono. Ao contrario, um bom personal trainer consegue fazer da musculação uma atividade bastante dinâmica e agradável.

0 comentários: