Treino de exaustão



Ontem um aluno de personal training me pediu um treino de exaustão. Ele ouviu falar na academia que seria bom para ganhar mais músculos. Será?

“Treinar até a falha” significa continuar o exercício até  não conseguir nem mais uma repetição devido a fadiga gradual das fibras envolvidas e da incapacidade do músculo de recrutar outras para substituí-las.

A contração de um músculo envolve o processo de oxidação de uma fonte de combustível (no músculo é a ATP¹) e oxigênio. Ao esgotar o combustível ou acumular muito acido lático derivado do esforço anaeróbio (sem oxigênio),  o músculo pára de trabalhar.

Continuar uma série até a falha é uma forma de exigir que todas as fibras disponíveis sejam recrutadas. O ponto em que a falha ocorre depende do peso que você utiliza em um determinado exercício. Esse treino é chamado de exaustão.

É um método de treino que deve ser praticado apenas por alunos experientes pois ao final de cada série acontece queda do padrão do movimento, e isso significa aumento do risco de lesão.

Na parte final da série, nas ultimas repetições, o aluno acaba roubando e forçando outros músculos ou estruturas para ajudar no movimento. Pode causar danos na lombar, nos ligamentos ou mesmo rompimento de fibras musculares.

Portanto esse treino pode ate ajudar a construir mais músculos e a recrutar mais fibras, porém o risco de lesões é bem maior e deve ser considerado pelo personal na hora de prescrever ao seu aluno.

0 comentários: