Como perder gordura abdominal?

Essa é uma das dúvidas que mais recebo. E uma das que mais fazem sentido serem perguntadas. Afinal, as vezes treinamos forte e mesmo assim a gordura abdominal ainda insiste em ficar. Como fazer?


Muitas poderiam ser as razões dessa dúvida, tais como as doenças provocadas pelo excesso de gordura abdominal: aterosclerose, colesterol e triglicérides altos, hipertensão arterial e até diabete tipo 2. Inclusive o risco de câncer, pois estudos recentes mostram que a gordura da barriga produz doses elevadas de hormônios que, em excesso, favorecem a chegada e a evolução do mal. Além de inflamações pelo corpo, que podem modificar o DNA das células, tornando-as malignas.

O volume extra na barriga também é responsável pelo aparecimento de um problema articular extremamente dolorido, a gota. Essa sobrecarga toda contribui para o desenvolvimento da resistência à insulina, o hormônio que bota o açúcar para dentro das células. Daí, um composto chamado de ácido úrico fica sobrando no sangue. O tal do ácido pode se cristalizar nas articulações, gerando um quadro extremamente doloroso.

No entanto, apesar da preocupação com doenças, a razão principal de querer perder gordura abdominal é estética: Quem não quer ter um abdome trincado e sequinho?

Os fracos e preguiçosos logo pensam em lipoaspiração ou algum uso de suplemento para queima de gordura. Mas se realmente funcionasse, ou fosse tão seguro e recomendado para qualquer pessoa, não haveriam tantos gordinhos andando na rua, né? Logo, vamos abandonar essa idéia fácil e pensar na ciência.

No entanto, a ciência pouco consegue ajudar nessa perda localizada de gordura. Não há artigos científicos que mostrem como perder gordura de uma parte apenas do corpo. Pois tudo é controlado geneticamente. A gordura aumenta e diminui no corpo de acordo com o código genético individual. Mas há alguns pontos já elucidados pela medicina...

1. Um estudo feito pelo fisiologista Cris Slentz, da Universidade de Duke, nos Estados Unidos, mostra que o melhor tipo de exercício para secar a barriga é o aeróbico, como a corrida, a pedalada ou a caminhada. O treino de resistência muscular é ótimo para aumentar a força e ganhar músculos, inclusive com queima calórica, mas os aeróbios são os que torram as gorduras.

2. Fazer uma boa dieta. Gastar mais calorias do que ingeri-las. Comer a cada 3 horas e evitar o pico de insulina. Ja escrevi um post sobre esse assunto. Leia aqui (Reeducação alimentar). Evitar os doces, frituras e gorduras saturadas é imprescindível.

3. Há um tipo de gordura que pode ajudar a queimar esse tipo ruim de gordura que se acumula na barriga. a monoinssaturada. É encontrada no azeite, no abacate, na azeitona, na amêndoa e no pistache, por exemplo. Procure subistituir as outras gorduras (óleos, doces, carnes, trans, saturadas, poli...) por esse tipo monoinssaturado.

Vamos encarar os fatos! NÃO HÁ GERAÇÃO ESPONTANEA DE GORDURA!  Se você acumulou na barriga, é porque tem comido demais e se exercitado de menos. E no fundo você sabe como fazer pra perder! Mãos a obra!



0 comentários: