Hipoglicemia

Eu estava treinando hoje pela manhã quando um aluno começou a passar mal. Estava pálido, com enjoo, caído ao chão e bastante fraco. A princípio parecem os primeiros sintomas de hipoglicemia. Ainda mais no alto verão que estamos agora, a perda de sais minerais e água pode acentuar o problema.

Quando você fica muito tempo em jejum, ou quando abusa do álcool, ou quando treina sem ter se alimentado previamente, pode ocorrer uma crise hipoglicemica, que ocorre quando o nível de glicose no sangue fica abaixo de 60 mg/dl.

Há ainda a crise pós prandial, quando o atleta se alimentou bastante, em especial de carboidrato de alto indice glicêmico, provocando uma reação de pico de insulina para a remoção do excesso de açúcar circulante no sangue. Isso se chama hipoglicemia pós prandial e é bastante comum acontecer em pessoas que treinam logo após grandes refeições.

Isso tudo porque a glicose é responsável pela energia do corpo e, em especial, do cérebro. Se a glicemia cai, há um sinal no cérebro que diz que sua fonte energética esta baixa e em risco. Como resposta, e a fim de evitar maiores quedas de energia, ocorrem sintomas de hipoglicemia antes de um apagamento total (desmaio) a fim de preservar o pouco restante para o funcionamento exclusivo do cérebro.

Dentre os sintomas estão:
- suor excessivo
- tontura e tremores nas mãos
- sonolência e moleza
- taquicardia
- angustia e depressão
 

A hipoglicemia não é uma doença, mas sim um estado insalubre a que você mesmo se submeteu, pois poderia ter evitado caso tivesse comido a cada 3 horas ou não tivesse bebido tanto álcool.

Durante o sono, ainda que dure mais de 8 horas, não haverá um estado de hipoglicemia pois quando dormimos há liberação gradual e lenta de glicose pelo fígado. Estando em repouso durante o sono, o consumo de açúcar pelo corpo é baixo e, portanto, o fígado consegue manter em equilíbrio o estoque de glicemia até a próxima refeição. Por isso que acordamos com fome...

Para reverter os sintomas de hipoglicemia basta se alimentar ou, em casos de mais urgência, antes da próxima refeição:
- tomar um copo de água com açúcar,
- comer chocolate, pão branco ou biscoito de água e sal
- tomar suco de frutas


Nao é correto treinar em jejum. Alias é perigoso.

Alguns atletas profissionais treinam em jejum de modo a aumentar a queima calórica e diminuir a retenção hídrica do corpo, com fins de definição muscular ou perda de peso antes da pesagem oficial. Contudo, esses treinos são acompanhados de seus treinadores e equipe medica. Caso você não os tenha próximo, nem tente fazer atividade aeróbia em jejum, pois certamente cairá e poderá se machucar seriamente.

0 comentários: