Músculos do corredor


Recebi algumas duvidas sobre exercícios específicos para os músculos auxiliares de movimentos esportivos. São aqueles músculos que de tão usados no movimento de determinado esporte, acabam por serem apelidados pela modalidade. Hoje e nos próximos posts falarei sobre alguns deles.

O VELOCISTA

É o chamado músculo tibial anterior, aquele que os atletas de corrida sentem queimar quando dão sprint ou tiros (alta velocidade em curta duração). É ainda o primeiro músculo a reclamar quando iniciantes começam a correr na rua ou quando aumentam a inclinação na esteira e sentem queimar o músculo da canela.

Ele estende o tornozelo e sustenta o arco do pé. É o antagonista da panturrilha e, se você é um dos que fortalecem demais os gêmeos, o tibial acaba ficando em desequilíbrio.

Um ótimo exercício é a flexão do pé com elástico. Prenda um elástico ao redor do pé e, sentado ao chão com os joelhos esticados, puxe a ponta do pé em direção ao joelho. Realize 3 series de 20 repetições.

O FUNDISTA

Se você já tentou correr uma distancia maior do que esta acostumado, certamente sentiu doer a bunda nos dias seguintes. Na verdade quem se machucou foi o músculo glúteo médio, que sem o preparo e a resistência adequada, acabou por trabalhar demais e rompeu fibras que provocaram a dor tardia.

Tendo esse músculo mais preparado, a corrida fica mais fácil e menos cansativa. Além de te deixar mais firme no bumbum e com volume e contorno mais bonito.

Um exercício clássico para esse músculo é a abdução do quadril. Pode ser feita deitado ou em pé. Coloque uma caneleira no tornozelo e afaste os tornozelos o mais longe que conseguir um do outro, sem dobrar os joelhos. Os pés devem ficar paralelos durante todo o movimento.

0 comentários: