Música certa para treinar

Quando você vai à academia você ouve músicas durante o treino? Então certamente já sentiu o que as pesquisas tem indicado sobre o estímulo das músicas certas...

Muitos estudos tem sido feitos acerca da influencia da música no rendimento esportivo. E os resultados tem sido todos na mesma direção: a música certa ajuda sim.
Um dos estudos é do psicólogo do esporte londrino Costas Karageorghis, da Universidade de Brunel, que aponta alguns resultados positivos da música durante a pratica esportiva:

- melhora do humor, motivação, concentração e foco
- redução do stress e cansaço
- manutenção do ritmo de treino
- liberação de adrenalina
- melhora de 20% na performance
- queda de 7% no consumo de oxigênio

Alguns atletas até atribuem seus sucessos às musicas. O fundista etíope Haile Gebrselassie é um deles e agradece ao Scatman o seu recorde mundial. Ayrton Senna era outro que treinava ao som de rock.
Estudos americanos mostram que ciclistas usam menos oxigênio enquanto pedalam em sintonia com as melodias, enquanto que os corredores tem menor percepção de esforço e apresentam resistência 15% maior ao som de musicas ritmadas. Outro estudo, dessa vez canadense mostrou ainda que um grupo de halterofilistas que ouvia musicas enquanto treinavam em 4 semanas completaram 56% mais repetições que um grupo controle.

Uma curiosidade mostra que os homens são mais ativos com o rock, enquanto que mulheres com o pop. Mas seja qual o estilo de música, a melodia, a harmonia e a tonalidade, tudo pode influenciar e, dependendo do gosto musical do atleta, haverá maior liberação de hormônios estimulantes naturais.

A playlist correta deve levar em conta o número de batidas por minuto, ou seja, a cadencia. No caso da malhação, o psicólogo considera adequada a faixa entre 100 bpm e 150 bpm. Além dessa faixa seria contraproducente, pois ultrapassa a capacidade de atenção e execução motora do corpo.

0 comentários: