Flexão sentada ou deitada do joelho?

A flexão do joelho na mesa flexora, deitado, isola o grupo muscular isquitibiais, que compreende os músculos semitendinoso, semimembranoso e bíceps femoral. Sao bi-articulares e realizam a flexão do joelho, extensão do quadril e retroversão da pelve.

O treino dessa musculatura é importante para a manutenção do equilíbrio entre os posteriores da coxa e o quadriceps (anterior), preservando assim a estabilidade do joelho. Além disso alguns estudos apontam que quanto mais forte forem os isquitibiais, mais o quadriceps poderá ser desenvolvido.

A principal diferença entre a mesa e a cadeira refere-se ao grau de flexão do quadril. A cadeira oferece a melhoria da relação forcaXcumprimento e a diminuição da insuficiência ativa dos isquitibiais na flexão do joelho, por estarem mais alongados do que na mesa flexora.

Ou seja, tem a ver com o grau de flexibilidade do executante que, caso seja encurtado, o movimento será melhor na cadeira, por exigir menos alongamento do quadril. No entanto, a retroversão donatário pelo encurtamento articular aumenta o estresse nessa articulação.

Ademais, outros estudos recentes verificaram as mesmas respostas hemodinâmicas entre a execução nestas duas posições. Nas respostas eletromiograficas também resultou no mesmo recrutamento muscular em ambas posições sendo que indivíduos com diagnósticos de lesões respondem melhor na posição da mesa flexora do que na cadeira flexora.

0 comentários: