Treino de forca limita a flexibilidade?

Essa duvida tem sido recorrente nos emails que recebo. Isso porque alguns treinadores e alunos acreditam que a musculação resulta em diminuição de flexibilidade. Acham que o musculo fica rígido e que nem se deve treinar alongamento pois pode distender a musculatura ou lesionar os tendões. Sera verdade?

Na literatura não há evidencias dessas crenças. Desde 1985 que estudos mostram que a musculação não diminui a flexibilidade. Na verdade um pode melhorar o outro.

Num estudo com bailarinos, a amplitude de movimento voluntário funcional aumentou com o treino de força (Stadler, 1990). Em outro estudo, levantadores olímpicos perdiam em flexibilidade somente para ginastas (Jensen, 1979).

Mas isso nao quer dizer que musculação somente basta. É preciso tambem um treino de flexibilidade para ajudar a aumentar a amplitude articular e sua estabilização. É um treino que complementa e ajuda o outro. E nisso os estudos parecem convergir: enquanto a musculação aumenta a rigidez dos tendões e incrementa a força e calibre dos músculos, o alongamento estático resulta em alterações na viscosidade do tendão (Kubo, 2002), mas não na elasticidade.

Dessa forma, um treino global direcionado a cada um dos componentes da aptidão física deve ser prescrito pelo teu treinador ou personal trainer a fim de conseguir adaptações positivas por completo em teu corpo.

0 comentários: