Você já sabe treinar sozinho?

Vejo nas academias alguns clientes que dizem ser autodidatas na prescrição de treinos e execução dos exercícios. Dizem saber o que querem, como querem e o que fazer para conseguir os resultados almejados.



Me soa um pouco arrogante se não fosse ignorante. Isso sem considerar o menosprezo ao educador físico que se gradua durante 4 anos para exercer essa função (profissão) regulamentada.

Mas de qualquer forma, elaborei aos autodidatas (por tempo de treino) um questionário. Se você responder a todas essas questões básicas estudadas em 4 anos de Educação Física, então você poderá se aventurar sozinho nas academias:

1) sabe a diferença de cadeia cinética aberta e fechada? E quais implicações no condicionamento físico e na reabilitação?

2) conhece anatomia muscular e fisiologia do exercício?

3) conhece sobre periodização de treinamento? E os princípios básicos de treinamento (Especificidade, adaptação, sobrecarga, progressão, reversibilidade, variabilidade e individualidade)?

4) conhece sobre as doenças crônicas e suas implicações no treinamento físico?

5) conhece os tipos de alavancas biomecânicas e suas implicações nos movimentos esportivos?

6) conhece o efeito creep e as adaptações fisiológicas e metabólicas durante o aquecimento?

7) conhece a anatomia das articulações e as forças internas e externas a que estão sujeitas durante o treinamento físico?

8) qual a importância do alongamento no exercício?

9) sabe sobre as necessidades nutricionais no pre, durante e pós treino?

10) sabe sobre as variáveis do treinamento físico (volume e intensidade) e suas implicações no alcance dos objetivos de treino?

Essas questões são básicas para que você entenda o funcionamento do corpo, das estruturas internas e externas envolvidas num planejamento físico e das adaptações positivas da atividade física. Caso você tenha alguma dúvida, pergunte ao teu professor. Aliás, questione-o sempre...

1 comentários:

Aislan disse...

Olá Sandro, muito bom o artigo. Aliás, li três artigos bem escritos, pequenos e satisfatórios. Parabéns! Agora tratando do assunto proposto por você, respondo: Não sou formado em Educação Física, minha área é Tecnologia da Informação. Treino há alguns anos e o que tenho percebido nas academias são professores mal preparados - talvez má formação? - e muita vezes com pós-graduação, porém, somente como título acadêmico e não como linha de pesquisa. Aqueles que são marombas e possuem formação, levam o aluno a trabalhar os músculos como o professor o faz, ou seja, cheio de "vícios". Isso eu percebi ao longo dos anos e por ter passado por algumas academias. Não estou generalizando, porém, grande parte dos professores seguem linhas de musculação distintas. Ou seja, cada professor ensina de um jeito. Portanto, o que fazer? Nós, os alunos, acabamos por recorrer a Internet e também aos "colegas" Personal, ou então, ficamos de olhos nos Personais para aprender um pouco mais. Eu mesmo vou começar a ler seus Posts e ver o que consigo aprender, pois tenho aprendido bastante pelo site hipertrofia.org e também com amigos com formação na área.
Forte abraço,
Aislan